O espetáculo VOZES DO RECIFE – UM CONCERTO POÉTICO, é fruto de uma pesquisa sobre a obra de cinco poetas pernambucanos: Ascenso Ferreira, João Cabral de Melo Neto, Joaquim Cardozo, Manuel Bandeira e Carlos Pena Filho. Com roteiro e direção de André Filho, o espetáculo propõe a dramatização de dezoito poemas que falam sobre a cidade do Recife, seu passado, os antigos carnavais, a solidão do homem e a depredação dos patrimônios históricos. O espetáculo é como um mosaico de formas diferentes de ver o Recife, construído sob a ótica desses cinco poetas. A música é um elemento extremamente vivo dentro da encenação. A utilização do canto ao vivo reforça o aspecto poético dramático que dá suporte a atmosfera de nostalgia que permeia a cena. O espetáculo é subdividido em cinco unidades, que são ligadas a partir de récitas feitas por um coro, cujas máscaras diversas simbolizam figuras tão presentes em nossa cultura. Máscaras que trazem à cena imagens do nosso passado, mas que estão presentes até hoje em nosso imaginário, ou em nossas tradições mais populares. No espetáculo, a cidade é colocada em cena, com cheiro, com cores, com vozes que cantam, com procissões errantes de fantasmas que vagueiam pelas ruas desertas do "velho Recife, que atrás do arruado moderno ficou".